16 de abril de 2008

Agora é Oficial (hehehehe)

Justiça Americana decide: Esperma é propriedade da mulher!
Usar esperma para engravidar sem autorização do homem não caracteriza roubo porque, "uma vez ejaculado, o esperma se torna propriedade da mulher".
O entendimento é de uma corte de apelação em Chicago, nos Estados Unidos, que devolveu uma ação por danos morais à primeira instância, para análise do mérito. Nela, o médico Richard Phillips acusa a colega Sharon Irons de "traição calculada, pessoal e profunda" ao final do relacionamento que mantiveram há seis anos.

Sharon teria guardado o sêmen de Richard depois de fazerem sexo oral e usado o esperma para engravidar. Richard Phillips alega, ainda, que só descobriu a existência da criança quando Sharon ingressou com ação exigindo pensão alimentícia.

Depois que testes de DNA confirmaram a paternidade, o médico processou Sharon por danos morais, roubo e fraude. Os juízes da corte de apelação descartaram as pretensões quanto à fraude e roubo afirmando que "a mulher não roubou o esperma". O colegiado levou em consideração o depoimento da médica, que afirmou que quando Richard Phillips ejaculou, ele "entregou seu esperma; deu de presente".

Para o tribunal, houve uma transferência absoluta e irrevogável de título de propriedade, já que não houve acordo para que o esperma fosse devolvido posteriormente.

Era só o que faltava:
Agora é oficial- " Os homens não mandam mesmo em pôrra nenhuma!"
Recebi por e-mail, se é verdade ou não já não posso afirmar, o autor tb não faço a menor idéia, mas as gargalhadas vale a pena.

10 comentários:

Blog do M@rcondes disse...

Carambola! Isso passa a ser um perigo para quem costuma pular a cerca, não usar camisinha, dar uma escapadinha e demais atitudes congêneres. O que é bom que se diga e fique muito claro, não é o meu caso. Por outro lado, na dúvida da para o cara fazer um acordo e passar a cobrar por uma bimbadinha, prevendo possibilidades futuras de ter que bancar uma pensãozinha básica! Hehehe! To fora!

Rafaela Silva Santos disse...

É isso que dá esses homens copular sem se preocupar, tão ferrados hahahaha!Que saudade de te visitar Rosa nadei sumida,descansando dos meus dodóis mas eis que volto.Beijuusss

Elefante disse...

Caracolis, será isso verdadeiro??Do jeito que as coisas andam não dúvido que seja.Ma s fica uma dúvida, onde será que ela guardou esse sêmem, se foi de uma relação oral, será que ela guardou na boca?? rsrs..que doidera, ou pegou bem na hora um saquinho plástico??Só rindo mesmo...
Ah criei um blog de reflexões cristãs, blogperegrinando.zip.net....
abraços

Elefante disse...

www.peregrinando.zip.net

Endereço correto rs

Priii! disse...

nossa..que coisa
esses cientistas aiai o que fazer
ta tudo tao confuso

Ricardo Rayol disse...

ahahahahahahah no meu caso não faço questão de cobrar royalties pelo "leite" derramado

Dr. Fácil disse...

É pra rir muito e pra chorar um pouquinho também. Sobre esperma é a lei que vale (não sei para os gays). Muito curiosa a notícia; é uma porrada no duplo sentido. Beijos Rosa!

S disse...

Oi Rosa.
Por mais que a pensão alimentícia seja direito da criança e não da mãe e por isso é irrenunciável, achei que essa mulher agiu de má fé.
Acredito que ninguém tem o direito de fazer filho de uma pessoa sem a permissão dela. Se ele tomou todos os cuidados, foi justamente porque não desejava ter filhos.
Acho que embora não tenha mais como se voltar atrás em relação à gravidez, já que a criança já nasceu, a mulher não tem o direito de cobrar nada dele.
Bizarro!!!
Com relação às críticas. Elas sempre são vem vindas e muitas vezes nos ajudam a corrigir erros. O que eu acho péssimo é expor uma pessoa através de suas falhas. Aí, é de morte!
Beijos e te linkei! =D

Jana disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Cada coisa!

Paulo disse...

Então quem não quiser "dar de presente" deve usar a camisinha e leva-la consigo no fim...rsrsrs