10 de agosto de 2007

Homenagem a Jorge Amado


Eu particularmente li somente um livro do Jorge Amado, Capitães da Areia sobre crianças de rua, este é um daqueles livros que você se emociona mesmo, e começa a pensar um pouco mais sobre o assunto, se indigna pela falta de estrutura deste país. Jorge Amado nasceu em 10 de Agosto de 1912 e faleceu em 06 de agosto de 2001. Sinto não ter tido mais tempo para pesquisar sobre o autor mas deixo algumas frases e o nome de suas obras.
Memória
"Quando você morre em um país sem memória, imediatamente eles te esquecem. Quando eu morrer, vou passar uns 20 anos esquecido."
FOLHA DE S.PAULO, 06/07/1991Jorge Amado, escritor, sobre o ostracismo da obra de Érico Veríssimo e a produção literária brasileira atual.
Humor
"O humor não é coisa da juventude. O jovem tem força criadora, paixão, entusiasmo e ímpeto, uma coisa que depois você tem menos. Depois você tem a experiência, e o humor é da experiência."
JORNAL DA TARDE, 04/01/1992Jorge Amado, escritor, sobre a presença do humor na sua obra tardia.
Ditadura
"Acho que o mais terrível foi a degradação do caráter. Em relação a duas coisas. Você teve a tortura. Em segundo lugar, a ditadura institucionalizou a corrupção. Hoje, esse mal faz parte dos costumes."
JORNAL DA TARDE, 04/01/1992Jorge Amado, escritor, sobre as conseqüências da ditadura no Brasil.
Um Brasil melhor
"O que está acontecendo no Brasil é como uma coceira, muita gente pensa que é lepra, mas é só uma coceira, vai acabar."
O GLOBO, 07/08/1992Jorge Amado, escritor, ao responder se o Brasil tem condições de mudar para melhor.
Homenagem aos 80
"Só na Bahia poderia se ver tanta gente festejando um homem que não é político, fazendeiro, rico, cardeal ou general."
O ESTADO DE SÃO PAULO, 11/08/1992Jorge Amado, escritor, sobre o show em homenagem aos seus 80 anos.


Obras do autor
O país do carnaval, romance (1931)
Cacau, romance (1933)
Suor, romance (1934)
Jubiabá, romance (1935)
Mar morto, romance (1936)
Capitães da areia, romance (1937)
A estrada do mar, poesia (1938)
ABC de Castro Alves, biografia (1941)
O cavaleiro da esperança, biografia (1942)
Terras do Sem-Fim, romance (1943)
São Jorge dos Ilhéus, romance (1944)
Bahia de Todos os Santos, guia (1945)
Seara vermelha, romance (1946)
O amor do soldado, teatro (1947)
O mundo da paz, viagens (1951)
Os subterrâneos da liberdade, romance (1954)
Gabriela, cravo e canela, romance (1958)
A morte e a morte de Quincas Berro d'Água, romance (1961)
Os velhos marinheiros ou o capitão de longo curso, romance (1961)
Os pastores da noite, romance (1964)
Dona Flor e Seus Dois Maridos, romance (1966)
Tenda dos milagres, romance (1969)
Teresa Batista cansada de guerra, romance (1972)
O gato Malhado e a andorinha Sinhá, historieta infanto-juvenil (1976)
Tieta do agreste, romance (1977)
Farda, fardão, camisola de dormir, romance (1979)
Do recente milagre dos pássaros, contos (1979)
O menino grapiúna, memórias (1982)
A bola e o goleiro, literatura infantil (1984)
Tocaia grande, romance (1984)
O sumiço da santa, romance (1988)
Navegação de cabotagem, memórias (1992)
A descoberta da América pelos turcos, romance (1994)
O milagre dos pássaros , fábula (1997)

Imagem:http:http://www.fundacaojorgeamado.com.br/index2.htm
Frases:http: http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/literatura/jorge_amado_frases.shtml


10 comentários:

Poeta da Lua disse...

por falar em lua...
vim deixar-te de um abraço e um sorriso,
assim... meio louco... com um pouco de saudade!
mais e mais sorrisos!
até...

jorge amado, quantas vezes jorge amado...

Frederico disse...

lerei mais livros dele.. sem duvida .... dá uma passada na minha pagina... atualizei agora... http://clubdosatoas.blogspot.com

Blog do M@rcondes disse...

Acho que muito se poderia dizer de Jorge, especialmente que ele sempre será muito amado...Hehehe!

Omar disse...

Então Jorge Amado é bom mesmo, Rosa? Eu nunca li nenhum livro dele, talvez em razão da Globo ter adaptado algumas obras dele, e isso acabe ativando o meu preconceito. rsrs
Mas me diz: por qual destes livros vc acha que eu devo começar?

Duas disse...

oi rosa, vimos que o texto Tortura Moderna foi publicado no seu blog. Se puder, coloque o crédito da autora, que é a Valeria Semeraro. a gente tem um blog juntas, o Redatoras de Merda (redatorasdemerda.blogspot.com). a gente agradece desde já.

elisa

rosa disse...

Olha me desculpem pela falta de crédito que por sinal ja vou corrigir, mas como disse no post recebi em email e estava como anônimo. E parabéns por este texto eu me diverti muito com ele.
Abraços

Claudia Blue disse...

Muito bem lembrado... adorei as indicações dos livros.... vou procurar ler alguns da lista... beijo blue

http://noelevador.zip.net
http://nabolsadamulher.blogspot.com

ricardo disse...

eu li Tieta e alguns contos, mas Tieta foi um livro mt bom..não é comum se dar gargalhadas com autores classicos mas esse foi um livro q tinha um humor diferente, gostei muito e recomendo, gostei das frases ..essa sobre a moret então foi genial...beijosssssss

http://noelevador.zip.net
http://vidacretina.zip.net

Daniela Mann disse...

Beijinhos Rosa,tenho saudades suas!

Ricardo Rayol disse...

Li muitos livros dele, o que citou e mais outros. farda, fardão, camisola de dormir é ótimo, tereza batista cansada de guerra fenomenal os subterrneos da liberdade de uma pieguice comunistica gritante ma sbom se desconsiderar essa bosta vermelha.