3 de agosto de 2007

Mulheres são de Vênus os homens são de Marte.



Realmente somos de mundos diferentes, observando aqui no meu trabalho geralmente quando a cliente compra algo para presentear um homem seja ele marido, namorado, pai, sempre pedem para embrulhar, retiram a nota fiscal para a pessoa não saber o valor do objeto, sai toda satisfeita com o papel reluzente cheio de fitilhos, laços e adesivinho, o homem quando compra pede para por em uma sacola com a nota fiscal dentro, como sou mulher, sempre tento colocar em uma embalagem, mas no máximo ouço não deixe assim mesmo, e coloque a nota fiscal dentro para ela saber o valor e cuidar direito.
Fico aqui imaginando a cara do homem abrindo aquele monte de fitas que geralmente são rasgados nos dentes ou com uma faca, e a mulher muito chateada em achar o preço do presente e aquela sacola horrorosa.
Acredito-me que fazemos as coisas para outras pessoas do jeito que gostaríamos que fossem feitos para nós, fala-se tanto em guerra dos sexos, personalidades diferentes, e basta olhar com mais carinho a nossa volta para percebermos as diferentes que são sutis e de fácil convivência digo isso por experiência própria.
Há tempos atrás li alguns capítulos do livro que intitula este post, uma amiga me emprestou, como nunca consegui ler um livro de auto-ajuda, fui no capitulo que me interessava, como falo muito e meu marido geralmente responde com monossílabas, isto me chateava , resumindo no livro diz que as mulheres gostam de falar dos problemas só pra desabafar e isto pode não ajudar a solucioná-lo, mas é uma busca na solução, os homens se retraem e se matam de tanto pensar até encontrar a solução, eu munida dessa informação larguei meu marido em paz com seu silencio, comecei a procurar as amigas e acabei criando um monstro, pelo simples motivo de não o procurar mais com meus problemas por mais complicados que o sejam, ele acabou percebendo isso e se incomodou, começou a reparar no que eu visto, em discutir a relação, os problemas cotidianos, ficou romântico enfim mudou da água pro vinho.
Agora sim você vai concluir que nós mulheres realmente somos problemáticas eu estou me sentindo sufocada, vigiada e incomodada com a mudança, nunca discutimos a relação antes em nove anos de casamento, percebi que romantismo é coisa de filme e livros baratos, agora eu sou a insensível e ele o romântico somos dois monstro um criado pelo outro e continuamos a morar em planetas diferentes.

Acho que deveria ler lido o livro todo (há!ha!ha!ha!ha).

9 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Me desculpa mas se um cara compra um presente pra uma mulher e faz o que disse é um baita babaca.

rosa disse...

Concordo com você Rayol, e tem bem mais do que se imagina.

Poeta da Lua disse...

minha rosa,
ter montros dentro de si...

é comum, principalmente

se se moram em planetas

diferentes...

ops, qual o seu?

é sempre bom estar aqui, lá...

Poeta da Lua disse...

ah, voltei....
hummmm! este teu mostro....

beijo-te com um abraço e um sorriso!

ELEFANTE disse...

Essa do seu marido foi engraçado...viu que vc parou de reclamar... e reclamou rsrs.Muito bom rs

NETMITO disse...

Aqui esta um blog sossegadinho e lindo...)
bjs.

Rafaela Silva Santos disse...

Rosa gostoso ler esse seu texto...é verdade os homens são assim mesmo rsrsr.Por vezes alheios, por vezes românticos demais rsrs, vai entender?rsrs.Obrigada por sua visita ao meu blog e volte sempre, as portas do Bióloga Poetisa estão abertas pra vc.Beijuuss

Ana disse...

Essa de deixar a nota fiscal na embalagem, é de muito mau gosto! Mas enfim...

Nós reclamamos deles e eles de nós...mas quando um dos dois deixa de ter o comportamento que é costume, recalamamos a dobrar e achamos logo que alguma coisa não está bem! Somos uns insatisfeitos!

Bjocas

Blogildo disse...

Esse livro é muito legal. Apesar de ter preconceito com livros de auto-ajuda, esse eu li todo.
Concordo com o Rayol, homem que faz o que vc disse é um troglodita!

A questão da comunicação é muito bem explanada no livro. Homens só respondem por monossílabos.

Hum-Hum! Ah! Tá!